Atitudes geram resultados – Alexandre Comel

Atitudes geram resultados – Alexandre Comel

Na coluna passada abordei o tema da cooperação exemplificado através da parábola do fazendeiro, na qual dois plantadores de milho perderam suas colheitas por não se ajudarem mutuamente. Hoje eu pretendo falar um pouco mais sobre a Feira em si e a dificuldade que as pessoas têm em se integrar a algo novo, da desconfiança e em sair da “zona de conforto”.

A CONFEC+ é uma feira de formato inovador aqui na região, especialmente quanto ao setor que ela vem a atender, no caso a cadeia produtiva do vestuário e afins. Isso mesmo, a cadeia produtiva da indústria do vestuário será contemplada: desde fornecedores de máquinas, equipamentos, tecidos, entre outros, até o comerciante varejista. Nesta feira exclusivamente de negócios será possível conhecer tendências de moda, renovar os meios de produção, obter apoio técnico, melhorar modos e meios de gestão, como também ampliar a rede de clientes. Além disso, o expositor terá orientação especializada de como aproveitar melhor o investimento realizado. Importante frisar: INVESTIMENTO, pois daí se espera retorno futuro, ou seja, novas oportunidades se abrirão.

Infelizmente, para alguns, pensar fora da caixa ou mesmo ter uma ação proativa dá trabalho, incomoda e gera desconfiança. É mais fácil ficar na “zona de conforto”, mesmo que ela não seja tão confortável assim, aguardando e esperando para ver o que acontece. Deixar os outros irem primeiro, ficar observando. Se der certo, na próxima eu vou, me envolvo, participo.

Resultados são conquistados por meio de atitudes positivas e proativas, ou seja, só teremos mudanças se fizermos algo de diferente, pois caso contrário, teremos sempre mais do mesmo. É isso que se quer? Mais do mesmo? Ficarem sentados esperando a banda passar, reclamando dos outros, da falta de oportunidades, dos governos, sem se dar conta que são os agentes do próprio destino? Ou montar no cavalo encilhado e ir em busca de novos desafios? Em unir esforços para atingir os objetivos comuns? Estas são as perguntas que faço aos empresários das indústrias de confecção do vestuário e afins aqui da região. Só em relação à região da Serra Gaúcha já são pelo menos quinze anos de atraso, sem falar de Santa Catarina.

A CONFEC+ é uma realidade, é a nossa oportunidade como região e veio para ficar. VAMOS ABRAÇAR ESSA CAUSA!

 

Por Alexandre Comel